A Socem apostou na inovação e interacção na exposição “Esculpir o aço”, que está patente no edifício da Resinagem.

O Grupo Socem, que até ao final deste mês se encontra a dinamizar a exposição “Esculpir o aço”, patente no Edifício da Resinagem, resolveu apostar na inovação, disponibilizando plataformas que exigem a interação dos visitantes.

Através da realidade virtual aumentada é possível, por exemplo, ver num tablet uma peça a três dimensões, como se estivesse à nossa frente e lhe pudéssemos pegar, tudo isto a partir de uma imagem impressa num cartão.

Os visitantes podem ainda ver a sua imagem num ecrã de grandes dimensões e projetar as várias vistas de um automóvel que na realidade não existe. Basta segurar numa espécie de volante e ir rodando até surgirem as diferentes perspetivas. Ao fim de alguns segundos, apenas ficam visíveis as peças daquela viatura que foram produzidas pelas empresas do universo Socem.

A mostra é ainda constituída por painéis com informação sobre as várias empresas do grupo, ano de constituição, área de atividade e volume de negócios. Existe ainda a possibilidade de visionar alguns filmes institucionais sobre o grupo.

A exposição apresenta, no entanto, uma particularidade: todos os visitantes são convidados a deixar a sua marca, esculpindo o seu nome, uma mensagem ou qualquer outro elemento, numa escultura em pedra, do escultor Abílio Febra, que ficará exposta nas instalações de uma das empresas do grupo.

A mostra pode ser apreciada de terça-feira a domingo, das 10 às 13h e das 14h às 18h.

 

e-max.it: your social media marketing partner