Em mais um jogo do Campeonato Nacional de Juvenis, o líder da competição, a UD Leiria, deslocou-se à Marinha Grande para defrontar a equipa do AC Marinhense.

Possuindo claramente um conjunto mais valioso, desde cedo a equipa de Jorge Raimundo procurou tomar conta do jogo e paulatinamente foi empurrando o Marinhense para o seu último reduto. Apesar disso e de algum domínio territorial, a equipa da UD Leiria tardava em criar ocasiões claras de golo, e só aos 24 min., depois de um canto na esquerda, Lourenço cria muito perigo, com um defesa da equipa do Marinhense a conseguir o corte, quando a bola ia perigosamente para a sua baliza. A UD Leiria intensificava a sua pressão e assim não foi de estranhar que aos 27 min., chegue mesmo ao golo. Cruzamento de Luisinho na direita, e Jordão, oportuno, a desviar a bola de André Lucas e a fazer o golo inaugural da partida. Ainda a UD Leiria estava a festejar o golo e já o Marinhense chegava ao empate. Reposição de bola a meio-campo, e jogada rápida de Gonçalo Coelho na esquerda, e com Francisco Mota a finalizar com sucesso. Novamente empatada, a UD Leiria volta a intensificar a pressão e por duas ocasiões, Rudy vai estar perto do golo, mas o resultado não se alteraria até ao intervalo.

A segunda parte começa na mesma toada e logo aos 45 min., Jordão volta a fazer o gosto ao pé, e num bom trabalho individual, volta a colocar a UD Leiria na frente do marcador. A partir daqui a equipa do Marinhense quebrou, e raramente voltou a conseguir equilibrar o jogo, pelo que as oportunidades de golo foram-se sucedendo junto da baliza de André Lucas, que ia fazendo o possível para evitar sofrer mais golos. Ainda assim, aos 51 min., a UD Leiria vai ampliar a vantagem para 1-3, num bom remate colocado de Diogo Pinto à entrada da área. Por esta altura o domínio da equipa visitante era esmagador e já depois de Botas ter desperdiçado um lance de golo, o mesmo Botas, vai assistir Moura, que já em tempo de compensação faz o 1-4, que seria o resultado final.

Num jogo em que deixou boa imagem, a equipa do AC Marinhense não teve argumentos para travar o líder da competição, mas ainda assim, ficou a imagem de uma equipa lutadora e que tentou fazer valer os seus argumentos

Quanto a arbitragem de Marco Gomes e seus pares o jogo não foi complicado e ele também não complicou. Boa arbitragem.

Ficha

AC Marinhense 1 - UD Leiria 4

Estádio Municipal da Marinha Grande

Árbitro: Marco Gomes (CA Leiria), auxiliado por Artur Louceiro e Rudy Silva

Espetadores: 150

 

AC Marinhense: André Lucas, Diogo Rosa, Sandro Natário, José Rito, Ricardo Pereira, Tiago Lisboa (Cap.) (Filipe Matias, 63 min.), Francisco Mota, João Ferreira (Filipe Correia, 51 min.), Fábio Sousa, Tomás Pereira (João Teles, 51 min.), Gonçalo Coelho

Não jogaram: João Oliveira, Luís Correia, Dylan Carreira, Jorge Raimundo

Treinador: José Petana

UD Leiria 4: Duarte, Marto, Litos (Lucas, 40 min.), Vieira, Jordão (Cap.), Luisinho, Lourenço (Botas, 55 min.), Rudy, Edgar, Gameiro (Moura, 61 min.), Diogo Pinto

Não Jogaram: Vasco, Varalonga, Matheus, Pedro Domingues

Treinador: Jorge Raimundo

 

Ao Intervalo: 1-1

Marcadores: 0-1 Jordão (27 min.), 1-1 Francisco Mota (28 min.), 1-2 Jordão (45 min.), 1-3 Diogo Pinto (51 min.), 1-4 Moura (80+ 1 min.)

Acção Disciplinar: Amarelo a Tiago Lisboa (24 min.), Edgar (67 min.), José Rito (61 min.), João Teles (70 min.).

 

e-max.it: your social media marketing partner