A edição número 31 da Feira Nacional de Artesanato e Gastronomia (FAG) da Marinha Grande terá de esperar pelo próximo ano para ‘ver’ a luz do dia. A ‘culpa’ é do novo coronavírus, que levou a organização a pesar os prós e os contras, decidindo cancelar o certame

Em comunicado conjunto, assinado pela Associação Social Cultural e Desportiva de Casal Galego – promotora da FAG, e pela Câmara Municipal da Marinha Grande – parceira de excelência do evento, foi dada a conhecer a decisão de adiamento da FAG para 2021.

Para explicar o cancelamento da edição deste ano, que deveria decorrer nos primeiros dias de dezembro nos pavilhões número 1 e 2 do Parque Municipal de Exposições, os promotores referem que “a pandemia de coronavírus, a consequente necessidade de distanciamento social e a resultante incerteza sobre as condições de realização de espetáculos musicais, culturais e gastronómicos durante o ano de 2020, impossibilitam a organização deste certame”.

Segundo Liliana Prior, presidente da Direção da Associação Social Cultural e Desportiva de Casal Galego, “as medidas de prevenção e a responsabilidade social que nos envolve a todos exige-nos, infelizmente, esta decisão”.

“A Câmara Municipal da Marinha Grande e a Associação Social Cultural e Desportiva de Casal Galego trabalharão em conjunto de forma a manter em 2021 a qualidade deste evento”, pode ler-se ainda no comunicado.

Recorde-se que a FAG tem como propósito divulgar o artesanato, a gastronomia, o folclore, a etnografia e a música popular portuguesa e, ao mesmo tempo, angariar fundos que permitam à coletividade de Casal Galego alavancar a sua atividade enquanto Instituição Particular de Solidariedade Social.

e-max.it: your social media marketing partner