A Planimolde colocou em prática o projeto “EFICITEC”, que visa a melhoria da eficiência tecnológica.

Aumentar a capacidade competitiva com impacto na produtividade, produto, exportações e ao nível da eficiência energética e ambiental, são outros dos propósitos do projeto.
Para a concretização do EFICITEC, a Planimolde contou com o apoio do COMPETE, no âmbito do Sistema de Incentivos à Inovação. O projeto envolveu um investimento elegível de 1,245 milhões de euros o que representou um incentivo FEDER de 685 mil euros.

O investimento realizado permitiu a integração de tecnologias diversificadas nas várias áreas de fabrico, abarcando fresagem, furação, electroerosão e retificação, garantindo uma maior automação, maior rapidez e níveis de qualidade superiores.

A Planimolde obteve já incrementos significativos na sua produtividade e viu crescer o volume de negócios e as exportações.

O projeto visou também a mobilização e dinamização dos recursos humanos, o que se traduz numa equipa jovem, motivada, com elevados conhecimentos técnicos e competência técnica e tecnológica.

Para a Planimolde, o EFICITEC surgiu como uma oportunidade para “ultrapassar as lacunas da empresa e as ameaças da concorrência emergente proveniente de alguns países, que oferecem produtos com qualidade similar, preços inferiores e prazos muito competitivos”.

A empresa, que ficou dotada de maior capacidade de resposta face aos requisitos e exigências do mercado, pôde, ao mesmo tempo, alargar o seu leque de conhecimentos, o que lhe permite “fabricar produtos de elevada qualidade e em menor tempo para novos mercados já identificados e considerados importantes para o futuro”.

As melhorias implementadas vão ainda permitir à Planimolde a redução do consumo de energia elétrica, com impacto positivo no ambiente.

 

e-max.it: your social media marketing partner