Jorge Santos, que acaba de tomar posse do seu segundo mandato enquanto presidente da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, anunciou, em entrevista ao JMG, que objetivos vão nortear a sua ação. 

Que prioridade estabeleceu para este mandato?
A nossa prioridade será de apoiar as empresas e, em articulação com outras entidades da região, e do país, defender as causas e as iniciativas que criem condições para aumentar a competitividade da nossa região.

De que forma poderá a NERLEI ajudar as empresas suas associadas a tornarem-se mais competitivas?
Podemos fazê-lo por via direta, através do apoio dos nossos departamentos técnicos: Apoio à Internacionalização, Apoio Técnico, Formação e Qualificação e de Projectos; e por via indireta, reforçando a nossa intervenção institucional para melhorar o contexto em que as nossas empresas actuam, quer a nível regional, quer nacional, quer internacional.

No que respeita à via direta, a NERLEI está muito atenta às oportunidades do Portugal 2020. Neste momento, já tem duas candidaturas a projetos conjuntos aprovadas, nas áreas da Internacionalização e Qualificação. Trata-se de candidaturas em que a NERLEI é a promotora e em que organiza ou desenvolve ações destinadas a um conjunto de empresas. Nas duas candidaturas apresentadas está previsto envolver mais de 150 empresas, 50 na candidatura da Qualificação e 115 na da Internacionalização.

Além disso, apresentou recentemente a “Estratégia e Plano de Ação da NERLEI para a Região de Leiria”. É uma estratégia e plano de ação da NERLEI para as empresas e para a região. A NERLEI quer aproveitar os fundos da forma mais eficiente possível para contribuir fortemente para aumentar a competitividade das empresas e da região em que atuamos.

No que respeita à via indireta (do reforço do apoio à competitividade das empresas) iremos manter a nossa intervenção institucional e política em causas regionais que se destinem a melhorar a envolvente regional, nacional e internacional onde as nossas empresas atuam. Neste âmbito destaco um objetivo que esta Direção tem neste mandato: que Portugal possa ser o país anfitrião da Feira Ambiente 2018, a maior feira do mundo da fileira casa, em que a NERLEI é a entidade responsável pela participação coletiva das empresas portuguesas. Iremos continuar a trabalhar, em articulação com as forças da região, pela evolução do Politécnico de Leiria para Universidade e pela aplicação das orientações do Dossier de Captação de Investimento para a Região. Continuaremos ainda a defender a requalificação da Linha do Oeste e que se criem condições para a abertura da Base aérea de Monte Real à aviação civil.

Leia a entrevista na integra na edição em papel do JMG. 

e-max.it: your social media marketing partner