O Wood Steel & Glass Hostel, localizado em plena Praça Stephens, abre portas amanhã, sexta feira, dia 20 de julho. Paulo Pereira e João Madeira, proprietários da Agência Marinhense,  mais conhecida como “O Jornaleiro”, são os responsáveis pelo projeto, que consideram “âncora” para o centro tradicional da Marinha Grande.


A nova unidade hoteleira é mais do que um simples hostel, uma vez que conta com um restaurante, bar, bar de tapas,  gelataria e lavandaria self-service, para além das 42 camas.


Trata-se de ”um projeto que pretende mostrar o que de melhor o concelho tem e atrair pessoas para o centro histórico da cidade”, como explica João Madeira, um dos sócios. “Isto só faz sentido se for um local em que as pessoas da Marinha Grande se revejam. Apesar da componente hostel, mais virada para os turistas, o espaço é para os marinhense. Por isso vamo manter a porta aberta entre a Rua Machado e o pátio  do edifício”, acrescenta João Madeira.

O edifício é composto por dois pisos. Na res-do-chão fica situada a porta de acesso ao hostel, virada para a Praça Stephens, a gelataria, e o bar de tapas, também com acesso através da Praça Stephens. O piso térreo conta ainda com uma lavandaria self-service com entrada pela Rua Machado Santos e que servirá para os clientes do hostel, mas também para a população em geral.  Também na Rua Machado Santos fica localizada a porta de acesso ao bar, que fica localizado no rés-do-chão e que tem ligação com o pátio do Wood Steel & Glass Hostel.

Esta secção do artigo está disponível apenas para os nossos assinantes. Por favor clique aqui para subscrever um plano para ver esta parte do artigo ou então leia o artigo completo na nossa edição em papel.