Segundo o relatório emitido pela Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria na madrugada desta terça feira, 12 de janeiro, o total de casos desde o início da pandemia subiu na Marinha Grande para 824; há agora 614 doentes recuperados, mais 30 que no dia anterior; e há mais um morto a lamentar, subindo para 23 o número de vítimas mortais da doença no concelho.

Quanto ao distrito, mantém-se a tendência de subida do número de novos infetados com o registo de mais 319 casos nas últimas 24 horas, o que fez subir para 11548 o total de infetados desde o início da pandemia.

Registaram-se mais 8 vítimas mortais, 4 das quais em Caldas da Rainha, 2 em Leiria, 1 na Marinha Grande e 1 em Pombal, pelo que agora são 277 os óbitos no distrito atribuídos à COVID-19.

Houve 149 recuperações (8025 no total) e existem 3246 casos ativos da doença, mais 162 que no dia anterior.

O relatório da Comissão Distrital volta a não ter atualizados os números da doença no que respeita aos concelhos do Agrupamento de Centros de Saúde Pinhal Interior Norte: Alvaiázere, Ansião, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrogão Grande.

Nas últimas horas, o maior número de novos casos de infeção ocorreu no concelho de Alcobaça (106), seguido de Leiria (90), Pombal (37), Marinha Grande (32), Porto de Mós (13), Caldas da Rainha e Peniche (12 cada), Batalha (7), Nazaré (5), Óbidos (3) e Bombarral (2).

Já as recuperações ocorreram em Leiria (91), Marinha Grande (30), Caldas da Rainha (12), Pombal (6), Porto de Mós (5), Batalha (4) e Peniche (1).

No que diz respeito aos casos ativos, o concelho de Leiria continua na frente, com 687, seguido de Alcobaça (650), Caldas da Rainha (347), Pombal (309), Peniche (282), Marinha Grande (187), Óbidos (142) e Porto de Mós (131).

Com menos de 100 casos ativos estão apenas os concelhos de Nazaré (82), Batalha (61) e Bombarral (53).

e-max.it: your social media marketing partner