O presidente da Câmara da Marinha Grande pediu a substituição do cargo por um mês.

O autarca invocou razões de natureza pessoal. Paulo Vicente passa a líder do executivo neste período, Cidália Ferreira assume lugar na vereação.

A turbulência continua a fazer parte do dia-a-dia da autarquia marinhense. Após o divórcio entre socialistas e comunistas, Álvaro Pereira e Paulo Vicente assumiram todos os pelouros, descentralizando responsabilidades no gabinete do presidente e nos chefes de divisão.

Quando a casa parecia arrumada, eis que surge mais uma contrariedade para o PS local: o presidente não aguentou a pressão e pediu a substituição por um mês.

Leia a notícia na integra na edição em papel do JMG ou faça uma assinatura da nossa edição digital.

e-max.it: your social media marketing partner