O Movimento pela Marinha, destacando aquele que é um dos símbolos do concelho, a bicicleta, apresentou a equipa candidata à Câmara Municipal da Marinha Grande nas próximas eleições autárquicas. A iniciativa decorreu no edifício da Resinagem.

Perante uma sala cheia, foram dados a conhecer os rostos e os percursos dos 10 candidatos do MpM. Jorge Santos, mandatário da candidatura, foi o primeiro a usar da palavra, centrando a sua intervenção nos aspetos relacionados, precisamente, com o equilíbrio da candidatura do MpM, elencando uma série de aspetos de que a Marinha precisa: “equilíbrio na gestão da despesa e da receita e no investimento, equilíbrio nas opções políticas e na priorização de medidas/ações, equilíbrio no aproveitamento do potencial das pessoas que trabalham na Câmara, equilíbrio na realização das obras, equilíbrio nos critérios dos apoios económicos aos mais carenciados, equilíbrio na atribuição de apoio às associações e instituições, equilíbrio num projecto educativo municipal que ainda não existe”. Sobre a equipa, composta por “pessoas com provas dadas, sem vícios políticos”, Jorge Santos voltou a referir o equilíbrio como agregador e transversal.

Após a apresentação de cada um dos candidatos, subiu ao palco Ana Alves Monteiro, a escolha de Aurélio Ferreira, candidato à presidência da Câmara, para ser o seu “braço direito” e que será “seguramente a melhor vereadora de sempre da Câmara da Marinha Gande nesta área” (ação social, educação, saúde, associativismo).

Ana Alves Monteiro iniciou a sua intervenção relatando o início o seu percurso no MpM, apontando Aurélio Ferreira e Jorge Santos como os responsáveis pela sua entrada na vida política. Além da sua experiência na administração pública, que lhe tem permitido um contacto sistemático com a realidade autárquica, Ana Alves Monteiro não se conforma com o estado a que chegou o seu concelho, afirmando que “chegou o momento do compromisso com a minha terra”. Os indicadores negativos na área social (deu vários exemplos) provocam-lhe grande preocupação, revelando que “na minha mente vejo um concelho diferente”, elencando algumas das suas propostas concretas relacionadas com o compromisso da coesão e da excelência social.
“Estou convicta de que este Município precisa do meu contributo para o desempenho de uma grande equipa, aquela que vai melhorar a vida de todos os marinhenses”. Para a candidata, “as exigências municipais e a sensibilidade do nosso trabalho passa por estar sempre disponível para aquele que espera de nós uma solução para um problema, aquele que deposita a sua história de vida, que acredita que há forma de criar as melhores condições para que todos possam ter uma maior qualidade de vida”.

(versão completa do texto na edição em papel do JMG)

A equipa do MpM à Câmara

Mário Gaspar, 61 anos, é da Garcia. Desenvolveu o seu percurso profissional na indústria dos moldes e atualmente é empresário na área imobiliária.
Márcio Felício, 34 anos, é das Trutas e a sua formação profissional é na área do desenho de moldes.
Magda Leal, 40 anos, é empresária e é da Pedra de Cima. Licenciada em Informática de Gestão e com formação profissional em higiene e segurança no trabalho e sistema de qualidade.
António Santos, 53 anos, vive na Moita, é professor de educação física há 30 anos. Licenciado em Educação Física pelo Instituto Superior de Educação Física de Lisboa é Mestre em Treino do Jovem Atleta, pela Faculdade de Motricidade Humana.
Humberto Dias, 43 anos, é da Boavista. Licenciado em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa. Desenvolve a sua atividade profissional como arquiteto na Marinha Grande e foi Chefe do Agrupamento 36 da Marinha Grande do Corpo Nacional de Escutas, Conselheiro/membro do Conselho Pastoral Paroquial da Marinha Grande e é Consultor/membro do Departamento do Património Cultural da Diocese de Leiria-Fátima.
Patrícia Jorge, 40 anos e é dos Outeirinhos. É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra e pós-graduada em Direito das Empresas. É técnica superior na área jurídica no Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, a desempenhar funções na Secção de Processo Executivo de Leiria desde julho de 2001.
Nuno Brito, 42 anos, é das Gaeiras. É licenciado em Ensino, na variante de Educação Musical e possui 18 anos de experiência como professor do Ensino Básico. É também músico, sendo sobejamente conhecido na área da música e do espetáculo, tendo participado no Festival RTP da Canção em 1997.
Mêlina Mira, 40 anos, é da Praia da Vieira. Tem desenvolvido o seu percurso profissional na área da gestão da qualidade e do marketing e tem licenciatura em Marketing e Comércio Internacional.
Ana Alves Monteiro, 40 anos, é da Amieira e é dirigente da Administração Pública.
Aurélio Ferreira, 56 anos, mora na Várzea, é empresário e é vereador sem pelouro pelo MpM na Câmara da Marinha Grande desde 2013.

e-max.it: your social media marketing partner