Com pouco mais de três meses de mandato na liderança da autarquia, Cidália Ferreira recebe «nota negativa» de Alexandra Dengucho. A vereadora da CDU considera que a presidente “anda a reboque”, que “é mais do mesmo” e que não tem sabido gerir a questão da mata nacional.

Que balanço faz dos primeiros meses de mandato do executivo da Dra. Cidália Ferreira?
A Dra. Cidália Ferreira está na Câmara Municipal há muitos anos, com responsabilidade política total sobre muitas das áreas mais relevantes do Município. Daí que, em bom rigor, pese embora tratar-se, efetivamente, de um novo mandato, o que é certo é que a sua principal protagonista não é nova na casa. De qualquer forma, julgo que é notório que a Presidente Cidália Ferreira anda a reboque e nada de inovador tem apresentado, nem sequer em termos de liderança. Resumia numa frase: é mais do mesmo!

Considera que esta maioria tem uma estratégia definida?
Se existe alguma estratégia ou visão estratégica para o Concelho por parte da atual Presidente da Câmara, ainda não vi a sua implementação, à semelhança, aliás, do sucedido nos anteriores mandatos e nos seus pelouros. Repare que entre 2009 e 2013, a então vereadora Cidália Ferreira tinha a seu cargo, entre outros, os pelouros da Educação, Cultura, Desporto, e Turismo. Pelouros que estiveram também a seu cargo entre meados de 2015 e até 2017. Que estratégia é que a Dra. Cidália Ferreira definiu para os seus pelouros? Parece-me que nenhuma, tanto mais que nada de novo aconteceu e o que aconteceu foi para pior (como acabar com a Semana da Educação e com a Bienal, duas decisões imperdoáveis e que lesaram o nosso Concelho, tornando-o mais pobre).

Esta secção do artigo está disponível apenas para os nossos assinantes. Por favor clique aqui para subscrever um plano para ver esta parte do artigo ou então leia o artigo completo na nossa edição em papel.

e-max.it: your social media marketing partner