Fique em casa. É este um dos conselhos da presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande a toda a população do concelho, numa altura em que se luta contra a pandemia do COVID-19. Em entrevista ao nosso jornal, Cidália Ferreira dá conta de algumas das medidas em curso para ajudar a prevenir e a combater o novo coronavírus

 

Como está o Município da Marinha Grande a lidar com a situação de pandemia causada pelo novo coronavírus?

 

Estamos a passar por tempos muito difíceis e há dias atrás era completamente impensável para cada um de nós imaginar que os viveríamos desta forma.

Infelizmente os casos aumentam em todo o país e nós, na Marinha Grande, não somos exceção.

Com essa preocupação e tendo consciência do que se passa no mundo, a primeira coisa que fizemos foi encerrarmos tudo o que são espaços públicos da responsabilidade da Câmara para que não houvesse propagação através da concentração das pessoas.

Também os funcionários da autarquia foram para as suas casas em teletrabalho, e regime de prontidão para aqueles que, pelas suas funções, têm de estar ao serviço sempre que é necessário, e assim se poder manter o serviço direto à população.

Criámos as linhas telefónicas para que a Câmara possa estar disponível a qualquer contacto com os munícipes.

Tomámos medidas de apoio à nossa população com a colaboração dos Agrupamentos de Escolas e as nossas Instituições Particulares de Solidariedade Social, quer para atender às crianças quer à terceira idade.

Todas as farmácias do concelho foram auscultadas para podermos implementar a entrega de medicamentos a pessoas que tenham dificuldades de se deslocar às mesmas por falta de família de suporte.

Também a distribuição dos alimentos ficou assegurada para suprir as dificuldades destas mesmas famílias, em que as nossas equipas fazem as compras e lhas vão entregar.

Na mesma linha se criou uma equipa de funcionários da Câmara que estão a prestar esse serviço e se abriram inscrições a voluntários para estas e outras tarefas que venham a ser necessárias.

 

Acaba de entrar em funcionamento na Marinha Grande um espaço para Atendimento a Doentes de COVID-19, em colaboração com a Câmara. Como decorreu este processo?

 

Colaborámos com o Centro de Saúde da Marinha Grande para que rapidamente se criasse nas suas instalações um ADC 19 (Atendimento a Doentes de Covid 19) e em articulação com a Administração Regional de Saúde (ARS), os técnicos pudessem ter formação para que no local de despiste se pudesse fazer também a recolha dos testes.

 

Além dos profissionais de saúde, também a comunidade marinhense, em especial os empresários, estão empenhados em ajudar nesta altura de crise. O que está a ser feito neste campo?

 

Os profissionais de saúde têm sido inexcedíveis, os nossos empresários com os centros de investigação e tecnologia rapidamente fizeram moldes que permitem ter disponíveis milhares de viseiras por dia e já se estão a preparar para a produção de ventiladores.

Grupos de funcionários da autarquia estão ao serviço da população mais necessitada de apoio e em tudo têm colaborado para que se dê as respostas prontas de acordo com a prevenção exigida.

Os voluntários têm-se organizado para acudir às solicitações mais prementes e estamos a criar uma bolsa para o que ainda vier, pois temos consciência que muito haverá ainda por fazer.

Tomámos neste período 21 medidas que temos vindo a divulgar.

Temos junto ao ADC 19, no Centro de Saúde, uma tenda para que os doentes não estejam na rua enquanto esperam pelo atendimento, e colocámos também nas imediações WC portáteis.

 

Foi também criado um Centro de Isolamento no Pavilhão da Guilherme Stephens, com capacidade para 50 camas…

 

Sim, na Escola Guilherme Stephens, e porque está junto do Centro de Saúde e por isso mais fácil o apoio por parte dos profissionais de saúde, criámos com a disponibilização da direção do Agrupamento de Escolas Marinha Grande Poente, a colaboração do Regimento de Artilharia N.º 4 de Leiria do Exército, e do Desporto Escolar um Cento de Acolhimento a Doentes, que desejamos nunca venha a ser necessário pois é sinal que a nossa população não vai precisar.

Estamos a adquirir material para prevenção de quem trabalha diretamente com a nossa população de risco.

Tomámos as medidas de prevenção que referimos sempre em articulação com o Governo, as Entidades locais e regionais de saúde, as Juntas de Freguesia, as Forças de Segurança, os Bombeiros e a Proteção Civil, as Empresas e muitos Cidadãos que se têm disponibilizado generosamente para colaborar.

A nossa população tem sido exemplar, demonstrando o sentido de responsabilidade e de dever cívico ao respeitar as orientações que têm sido dadas pelas Autoridades de Saúde Pública.

É preciso que assim continuemos todos a cumprir com a nossa parte, pois só com a colaboração de todos será possível vencer esta batalha.

Fique em casa. Por si e pelos seus. Por todos nós. Ajude-nos a ajudar.

 

Medidas implementadas pelo Município

 

Apoio social a famílias e idosos:

 

- Oferta de refeições aos alunos dos escalões A e B, incluindo na interrupção letiva da Páscoa. Para saber mais, ligue 244 023 738 (das 9h às 16h);

- Criação da Linha MG Solidária, para apoiar cidadãos com doenças crónicas e em isolamento. Ligue o 244 023 738.

- Refeições gratuitas para idosos e pessoas referenciadas, até ao mês de maio;

- Isentar 50% do pagamento da água aos consumidores domésticos, nos meses de março, abril e maio;

- Isentar 50% do pagamento das rendas da habitação social, em abril, maio e junho;

- Criação de uma Bolsa Municipal de Voluntários, para apoiar o projeto linha MG Solidária (244 023 738).

 

Apoio à saúde:

 

- Apoio ao Centro Hospitalar de Leiria, até 75 mil euros, para aquisição de ventiladores e outros equipamentos;

- Apoio ao Centro de Saúde da Marinha Grande até 75 mil euros e de 15 mil euros para equipas de apoio à população e IPSS’s para aquisição de equipamentos de proteção;

- Alojamento para os profissionais de saúde em imóveis da autarquia ou em colaboração com unidades hoteleiras locais;

- Criação de um Centro de Isolamento e Quarentena na Escola Guilherme Stephens e possibilidade de criar outro no Pavilhão Albino Reis Paulo, em Vieira de Leiria;

- Criação de sistema de drive through nos laboratórios de análises da Marinha Grande para rastrear profissionais e voluntários;

- Garantia de transporte escolar especial, pela TUMG, para os filhos dos profissionais de saúde, segurança pública, proteção civil, bombeiros e outros profissionais requisitados no âmbito do estado de emergência, para as escolas de referência.

 

Apoio a empresas:

 

- Isentar 50% do pagamento da água de março, abril e maio às empresas do concelho que demonstrem quebra na sua faturação mensal em mês homólogo de 2019;

- Isentar do pagamento das rendas no âmbito da concessão dos espaços públicos, e das taxas de ocupação dos mercados municipais, de abril até ao final do ano.

 

Apoio aos Bombeiros:

 

- Atribuição de um apoio extraordinário aos Bombeiros Voluntários do Concelho até 80 mil euros para aquisição de equipamento e ações de apoio à população.

 

Prevenção do contágio pela COVID-19:

 

- Atendimento digital dos serviços da Câmara, via telefone, SMS, email e WhatsApp;

- Encerramento dos mercados municipais;

- Higienização e limpeza do espaço público, por áreas de prioridade de risco;

- Cancelamento de todos os espetáculos culturais, e encerramento de museus, bibliotecas e espaços desportivos;

- Suspensão da venda ambulante no concelho;

- Reforço das medidas de higiene nas viaturas de transporte de passageiros da TUMG.

 

e-max.it: your social media marketing partner