Em vésperas de se assinalar mais um Dia Mundial do Cancro Digestivo, as Farmácias Holon de Leiria estão a promover o rastreio gratuito, destinado a pessoas elegíveis e a partir dos 50 anos de idade

 

“É um processo simples, sem dor, e que pode salvar vidas! Este método identifica a presença de pequenas quantidades de sangue nas fezes que resultam do sangramento de um tumor ou de pólipos no intestino. Em caso de um resultado positivo, a pessoa é imediatamente encaminhada para o médico para a realização de uma colonoscopia”, explica Joana Brito, farmacêutica e responsável pela implementação deste projeto a nível nacional.

“Se sentir alteração do trânsito intestinal, como diarreias ou obstipação constantes, dor abdominal sem explicação ou se identificar sangue nas fezes, emagrecimento e/ou cansaço sem motivo aparente, deve fazer o rastreio”, alerta o presidente da Europacolon, Vítor Neves.

O cancro do intestino é uma das doenças oncológicas que mais afeta os portugueses. O número de casos diagnosticados aumentou de 7.000 para 10.000 nos últimos anos.

O rastreio ao cancro do intestino é gratuito, dirigido à população em geral e tem em consideração os seguintes critérios de inclusão:

- Idade compreendida entre os 50 e 74 anos;

- Não realizou PSOF (pesquisa de sangue oculto nas fezes) no último ano ou colonoscopia nos últimos 5 anos;

- Sem sintomas relevantes;

- Sem ligações hereditárias de primeiro grau a doentes de cancro colorretal;

- Sem história pessoal anterior de cancro;

- Sem diagnóstico prévio de pólipos colorretais ou doença inflamatórias do intestino.

e-max.it: your social media marketing partner