Azeite, bacalhau, bolo rei, produtos de higiene pessoal e de limpeza, e ainda cereais, leite e ovos são apenas alguns dos artigos que constaram dos cabazes que foram entregues nos últimos dias do ano a famílias afetadas pela pandemia. O apoio foi atribuído no âmbito do projeto “Todos pela Marinha”

 

Era grande a azáfama na sede do Rotary Club da Marinha Grande, na Rua 25 de Abril, no último sábado, dia 19 de dezembro. Aliás, foi assim toda a semana. Um vasto grupo de voluntários elaborou, nos últimos dias, cerca de 130 cabazes destinados a famílias do concelho afetadas pela pandemia de COVID-19.

O JMG foi até lá e falou com a presidente do Rotary Club, Helena Silva, sobre o projeto criado em abril último para dar resposta às “muitas famílias que se viram em dificuldades depois de terem perdido os empregos e sem outros meios para colocar comida na mesa”.

O projeto “Todos pela Marinha” reúne um vasto leque de entidades parceiras e é liderado pelo Rotary Club que se candidatou a um concurso lançado pela Câmara Municipal para poder apoiar estes agregados. “Até então estávamos a pedir à comunidade e às empresas que doassem bens, mas este subsídio permitiu-nos comprar bens de consumo imediato, como a fruta e a carne e assim compormos os cabazes”, explicou Helena Silva.

Nos últimos meses foram apoiadas cerca de duas centenas de famílias, entre as quais emigrantes oriundos de países como o Brasil e a Índia, entre outros. Em plena quadra natalícia, em que o bacalhau é rei, os voluntários do projeto juntaram aos cabazes algumas receitas e instruções para demolhar o bacalhau, ajudando também, e por esta via, à integração de outras comunidades nas tradições locais.

Helena Silva referiu ao JMG que “todas as semanas surgiam novas famílias a precisar de apoio”, realçando que muitas destas pessoas “assim que conseguiram encontrar trabalho e equilibrar a sua vida vieram doar alguns artigos para apoiar outras famílias”, assumindo que este gesto emocionou os próprios voluntários do projeto. “O nosso objetivo desde o início ao criar este projeto era a ideia Todos pela Marinha – a Marinha por todos, e de certa forma é o que está a acontecer, o que nos deixa muito orgulhosos”.

O projeto “Todos pela Marinha” apoia famílias de todo o concelho, sendo os cabazes elaborados tendo em conta a caracterização de cada agregado familiar.

Ao JMG Helena Silva afirmou também que apesar de o projeto terminar no final deste ano, o objetivo é que se possam criar condições para manter este apoio à comunidade, tendo em conta que os efeitos da pandemia na economia ainda se vão fazer notar por mais alguns meses.

A presidente do Rotary Club garantiu ainda que o apoio é sigiloso, apelando às famílias que estejam a passar necessidades devido à pandemia para que “peçam ajuda, pois é para eles que trabalhamos”.

“Enquanto houver fome na Marinha Grande, este projeto tem de continuar”, rematou Helena Silva.

e-max.it: your social media marketing partner