O Comando da Polícia Marítima da Nazaré realizou, nos dias 17 e 18 de março, uma ação de fiscalização dirigida à prática da atividade da pesca em zona proibida nas praias dos concelhos de Nazaré, Alcobaça e Marinha Grande, que resultou na apreensão de cerca de 50kg de pescado e 12 artes de pesca

 

Durante a ação foram detetadas três embarcações, duas de pesca local e uma de pesca costeira, na praia da Polvoeira e na praia do Ouro, no concelho de Alcobaça, “que se encontravam a cometer um conjunto de infrações, nomeadamente a prática da atividade da pesca em zona proibida, a menos de um quarto de milha da praia, bem como a utilização de artes de pesca sem a devida sinalização e identificação”.

Segundo as autoridades, a embarcação de pesca costeira foi intercetada a colocar uma rede em zona proibida, e quanto às embarcações de pesca local, numa delas “os tripulantes não envergavam os coletes de salvamento e encontravam-se a recolher sete redes de emalhar, não identificadas nem sinalizadas, em zona proibida, tendo já capturado cerca de 5kg de pescado”, e na outra estavam a ser recolhidas quatro redes de emalhar e uma arte de pesca denominada “palangre”, com cerca de 300 metros, “que se encontravam em zona proibida, sem identificação nem sinalização, tendo já capturado cerca de 45kg de pescado”.

Foram elaborados os respetivos autos de notícia e apreendidas as 12 artes de pesca e os cerca de 50kg de pescado, como medida cautelar, tendo o pescado sido vendido em lota, com o valor a ficar à guarda do processo.

A ação foi desencadeada por sete elementos do Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré, apoiados por duas viaturas.

e-max.it: your social media marketing partner