A advogada da Marinha Grande, Alexandra Malpique, foi condenada na íltima terça feira, 16 de janeiro, pelo Tribunal de Leiria a seis anos e seis meses pelos crimes de burla qualificada, actividade ilícita de recepção de depósitos e outros fundos reembolsáveis e falsificação de documentos, num prejuízo de 5,5 milhões de euros.


Além da advogada, Alexandra Malpique, também eram arguidos Fernando Pereira – que se encontra em parte incerta – e a sociedade Wave Fund Management, uma offshore com sede no Panamá, que era representada pelo arguido.

Leia a notícia completa na edição em papel do JMG.

e-max.it: your social media marketing partner