A APPACDM é uma das instituições que assinaram um protocolo com a PSP, para uma maior aproximação ao cidadão com deficiência.

A cerimónia protocolar, que teve lugar nas instalações do Comando Distrital da PSP de Leiria, na passada quarta-feira, dia 3 de dezembro, verificou-se em todos os distritos do país como forma de assinalar o Dia Mundial das Pessoas com Deficiência.

Os protocolos foram assinados no âmbito do Programa Especial Significativo Azul, abarcando 173 instituições em todo o país, com vista a uma maior aproximação às pessoas com deficiência intelectual ou multideficiência num esforço conjunto com a PSP.

“Este protocolo oficializa e reforça as relações com a PSP”, referiu Luís Agostinho, da APPACDM da Marinha Grande, lembrando que desde setembro de 2013 a instituição tem vindo a desenvolver ações com a Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social.

Por seu lado, na sua intervenção, o comandante distrital da PSP de Leiria, Ismael Jorge, realçou a “importância dos atos” ao referir que o protocolo insere-se numa seleção de modelos de acompanhamento às populações mais carenciadas. Lembrou o trabalho da PSP no programa Escola Segura e anunciou, a partir de agora, concretizações locais à população vulnerável.

No apoio a problemas sociais como o a violência doméstica sobre deficientes, Ismael Jorge lembrou que “o êxito depende de todos os presentes”, realçando também a importância da PSP em “aprender com as instituições que há muitos anos vêm a trabalhar com os deficientes”, apelando à divulgação do programa nas redes sociais e sites.
De referir ainda que a iniciativa decorreu do protocolo nacional assinado em setembro de 2013 que juntou na altura a PSP, a Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social, o Instituto Nacional para a Reabilitação INR e a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social, e que estes eventos são o culminar de ações de formação que abrangeram cerca de 600 profissionais da PSP e das instituições que operam nesta área.

No distrito, além da APPACDM da Marinha Grande, assinaram o protocolo as seguintes instituições: Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo de Leiria, Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, Organização de Apoio Solidariedade para a Integração Social, Cooperativa de Ensino e Reabilitação Cidadãos Inadaptados de Leiria, Os Malmequeres, Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor, Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas da Nazaré, Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Pombal, Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Peniche e Centro de Educação Especial, Reabilitação e Integração de Alcobaça.

 

e-max.it: your social media marketing partner