O Serviço Municipal de Proteção Civil da Câmara da Marinha Grande já deu início ao processo de colocação de duas centenas de armadilhas em vários pontos do concelho para capturar a vespa asiática (Vespa velutina nigrithorax)

Segundo a autarquia, as 200 armadilhas seletivas para capturar a vespa asiática vão estar devidamente identificadas com um rótulo e serão distribuídas por todo o concelho, com especial incidência nas zonas onde no ano passado foram detetados ninhos desta espécie.

Após a colocação dos dispositivos, estes serão monitorizados a cada 15 dias para troca dos atrativos e contabilização das vespas capturadas.

Em nota de imprensa, o Município refere que esta medida tem por objetivo a “captura das fêmeas fundadoras, antes da formação de novos ninhos, permitindo a redução do número de ninhos e consequentemente evitar a reprodução e o aumento exponencial do número de vespas asiáticas adultas”.

Em 2019 foram detetados e destruídos 96 ninhos em todo o concelho, tendo sido submetida uma candidatura, que foi aprovada, ao Fundo Florestal Permanente para “Apoio para a destruição dos ninhos de Vespa velutina – 2019”.

O apoio financeiro para a destruição dos ninhos de vespa velutina insere-se no eixo de intervenção “Funções ecológicas, sociais e culturais da floresta”, do Regulamento do Fundo Florestal Permanente, aprovado pela Portaria n.º 77/2015, de 16 de março, refere ainda o Município, que dá conta de que todos os ninhos intervencionados pela Câmara foram devidamente registados na plataforma STOP Vespa (http://stopvespa.icnf.pt).

Caso sejam avistados ninhos, a população deverá contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil, pelo 962 505 875 ou pelo endereço de email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..  

e-max.it: your social media marketing partner