O Rali da Água, quinta ronda do Campeonato de Portugal de Ralis, que decorreu no fim de semana de 4 e 5 de setembro em Chaves, terminou mais cedo para Rafael Cardeira

 

O piloto marinhense, que pela primeira vez foi navegado por Helena Maia, teve uma saída de estrada na 5.ª de nove especiais do rali, o que fez com que a dupla não conseguisse terminar a prova.

No final, o piloto do Renault Clio R3T RS não escondeu o desânimo pelo incidente: “estávamos a fazer uma prova muito positiva e em crescendo. A adaptação à Helena Maia, que me acompanhou pela primeira vez neste rali, estava a ser muito boa. Infelizmente, numa zona muita suja acabámos por ter uma ligeira saída de estrada e o carro ficou suspenso sem possibilidade de retomar a prova”.

O piloto do Sporting Clube de Portugal mostra-se confiante para a próxima prova do Campeonato: “estamos os dois bem e isso é o mais importante. O carro não apresenta grandes danos e por isso estaremos à partida do Rali Serras de Fafe para dar continuidade ao bom trabalho aqui realizado”.

O Rally Serras de Fafe e Felgueiras disputa-se de 1 a 3 de outubro e é também pontuável para o Campeonato da Europa de Ralis.

Solidariedade sobre rodas

Cardeira falou ainda sobre o seu projeto solidário “1 rali, 1 instituição”, que desta vez visitou o Patronato São José, uma instituição que iniciou atividade na década de 40, em Chaves. “Foi mais um bonito momento, onde os Ralis e o Sporting Clube de Portugal se mostraram solidários, numa região do país que muitas vezes não aparece no mapa deste tipo de ações. É, para mim e para a Helena, um privilégio poder marcar presença nesta instituição e deixar estas crianças e jovens um pouco mais felizes”, afirmou.

e-max.it: your social media marketing partner