Após um período de interregno, para remodelação interna de serviços, a Conferência de São Vicente de Paulo da Marinha Grande está de novo de portas abertas, apoiando, com bens alimentares, vestuário e outros artigos, cerca de duas centenas e meia de agregados familiares.

Augusto Matos é o rosto da Conferência de São Vicente de Paulo da Marinha Grande há 17 anos e não pensa parar. Com 82 anos de idade e a lutar contra um cancro no intestino, o presidente da Conferência está mais ativo que nunca. “Fui aconselhado pelos médicos a não deixar a minha atividade e estou a encarar esta situação com realismo… e com otimismo também”, como adiantou ao JMG.

Natural de Mação e residente na Marinha Grande há 53 anos, quando deixou a profissão de técnico oficial de contas, aos 65, entendeu que poderia ser útil à comunidade que o acolheu de braços abertos e encabeçou a liderança da Conferência de São Vicente de Paulo.

Em tantos anos de trabalho voluntário, Augusto Matos recorda os anos da crise económica de 2008, altura em que chegaram a ser apoiadas na Marinha Grande perto de 900 famílias, como um dos períodos “mais complicados”.

Atualmente são perto de 250 as famílias que recorrem à Conferência para beneficiar de bens alimentares, mas também de vestuário para os diferentes elementos do agregado.

Esta secção do artigo está disponível apenas para os nossos assinantes. Por favor clique aqui para subscrever um plano para ver esta parte do artigo ou então leia o artigo completo na nossa edição em papel.

 

e-max.it: your social media marketing partner