É frequente ouvir dizer que “das dificuldades nascem as oportunidades”. E foi isso mesmo que aconteceu com os empresários Pedro Santos e Stepanida Guidea que acabam de criar o próprio emprego. O JMG foi conhecer o espaço de take away "Panela Velha", um exemplo de empreendedorismo em tempos “"difíceis"

 

Já está a funcionar ‘a todo o vapor’, na Rua Principal do Pero Neto, o mais recente espaço de restauração da localidade, a “Panela Velha”. O JMG esteve na inauguração, na última sexta feira, 29 de outubro, e falou com os empreendedores Pedro Santos e Stepanida Guidea, sócios gerentes, e com os respetivos companheiros, Helena Rocha e Luís Rocha, que deram todo o apoio para que as ideias se materializassem num negócio.

De acordo com os responsáveis, a ideia de abrir um espaço de restauração surgiu de “uma necessidade”, uma vez que Pedro Santos se viu confrontado com o desemprego, e a cunhada Stepanida também enfrentava uma “situação complicada”. Contudo, resolveram aliar “a grande paixão por cozinha” de Stepanida, com “o gosto de cozinhar” do Pedro e tomaram a decisão de avançar com o negócio.

Prepararam uma candidatura que entregaram na NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, para criação do próprio emprego, admitindo que o processo foi “um pouco demorado e burocrático”. Desde que tiveram a ideia e até conseguirem ter tudo pronto para abrir passaram 6 meses.

O espaço funciona no formato de take away, com dois pratos diferentes, carne e peixe, e também sopa, ao almoço e ao jantar, existindo ainda a possibilidade de optar por frango grelhado e grelhados mistos em todas as refeições.

Situado numa das ruas mais movimentadas do lugar, os empresários assumem que tiveram em conta na escolha da localização o facto de ser uma zona de “passagem de muita gente, há muitas empresas nas imediações, e não havia oferta nesta área”, além de serem eles próprios naturais do Pero Neto, facto que procuraram valorizar.

Situado ao lado de uma padaria, o restaurante foi buscar o nome aos cozinhados de antigamente, feitos à lareira, em panelas de ferro antigas, e que trazem boas memórias, apostando os seus responsáveis no “conceito de comida de conforto, de qualidade e elaborada com produtos frescos”.

Com um investimento de 68 mil euros, o espaço proporcionou a criação, para já, de apenas dois postos de trabalho, dos sócios, mas poderá haver a possibilidade, até ao final do ano, de criar mais um posto de trabalho caso se justifique. Até lá, a família vai ajudar.

A partir de janeiro será disponibilizada, no exterior, uma esplanada em madeira para que algumas refeições possam ser feitas no local. Há também a possibilidade de fazer entregas e a Panela Velha aceita encomendas para serviços de catering para particulares e empresas. Ao domingo o espaço estará encerrado para descanso da equipa e convívio familiar.

As expectativas quanto ao sucesso do negócio são, por estas razões, as melhores, e os empresários esperam poder ser “uma mais-valia para as pessoas que vêm stressadas do trabalho, com pouco tempo, e que assim podem levar para casa uma refeição quente e caseira”.

e-max.it: your social media marketing partner