Cerca de uma semana depois de o novo executivo da Câmara da Marinha Grande ter tomado posse para o mandato 2021-2025, os trabalhadores foram convocados para uma reunião. O presidente pediu “entreajuda” e lançou o repto para que seja reativada a Casa de Pessoal

 

A Casa da Cultura Teatro Stephens foi o local escolhido para a reunião que juntou os 7 eleitos para a Câmara e os trabalhadores do Município, e que decorreu no passado dia 27 de outubro.

Aurélio Ferreira, o novo presidente, subiu ao palco juntamente com os vereadores Ana Alves Monteiro, João Brito, Ana Laura Baridó, António Fragoso, Alexandra Dengucho e Lara Lino, para anunciar que “estamos aqui para vos ajudar e ajudar a população, queremos trabalhar com proximidade”.

Para o autarca, eleitos e trabalhadores devem “ser um exemplo para a nossa comunidade”, pelo que apelou à solidariedade, à entreajuda e à partilha entre serviços uma vez que “estamos aqui para cumprir missões”.

Aurélio Ferreira pretende que os munícipes sintam orgulho na autarquia, mas para atingir esse objetivo “temos todos que trabalhar muito”, e anunciou a reorganização dos serviços, para que se tornem “mais eficazes e eficientes”.

O edil anunciou que vão ser retomadas as consultas de higiene e segurança no trabalho, que será concretizado o Sistema Integrado de Avaliação de Desempenho e deixou o repto para que seja reativada a Casa de Pessoal dos Trabalhadores da Câmara, nomeadamente os serviços de cantina, bar, gabinete médico e de saúde, entre outros.

“Vamos fazer com que os cidadãos gostem de nós. Enquanto cá estivermos, que sejamos úteis e ajudemos a construir uma melhor relação camarária”, apelou ainda o presidente, concluindo que: “Cada pessoa é importante na organização. Contem connosco. Vamos ajudar-vos a sermos mais felizes”.

e-max.it: your social media marketing partner