A Revisão Orçamental para incluir o saldo de gerência de 2018 no Orçamento Municipal de 2019 foi aprovada na reunião de Câmara da última segunda feira, dia 22, com os votos a favor do três elementos do PS, duas abstenções da CDU e dois votos contra dos representantes do MpM,

As alterações nos documentos previsionais serviram para inserir o valor de 12,7 milhões de euros de saldo positivo de 2018 no Orçamento de 2019. Para a oposição, voltou-se “a perder mais uma oportunidade para investir em obras prioritárias”, enquanto para o executivo permantente (PS) está a seguir-se uma estratégia para os quatro anos de mandato.

Esta secção do artigo está disponível apenas para os nossos assinantes. Por favor clique aqui para subscrever um plano para ver esta parte do artigo ou então leia o artigo completo na nossa edição em papel.

e-max.it: your social media marketing partner