Num jogo em que contou com Daniel Oliveira como elemento “chave”, o AC Marinhense recebeu e venceu o Sintrense.

Em mais um jogo do Campeonato Nacional de Juniores, o Marinhense recebeu no Municipal da Marinha Grande a equipa do Sintrense. O jogo começou num ritmo morno, com pouca intensidade de ambas as equipas, que procuravam em primeiro lugar não descurar muito a sua defesa, nesta fase inicial do jogo. Ainda assim, paulatinamente o Marinhense foi empurrando a equipa do Sintrense para o seu último reduto, e Daniel Oliveira, aos 18 min., depois de ganhar na luta sobre um defesa, aparece na cara de Rodrigo, e com toda a calma do mundo, inaugura o marcador para a equipa de Luciano Silva.

O Sintrense reagiu bem ao golo sofrido e seguiu-se o melhor período da equipa visitante na partida, com o Sintrense a acercar-se junto da baliza de Rúben e a criar algumas situações de muito perigo. Ainda assim, quer por demérito dos seus avançados, quer por mérito de Rúben, que nesta altura fez duas excelentes defesas, o resultado não se alteraria até ao intervalo.

Se a primeira parte tinha acabado com algum ligeiro domínio da equipa do Sintrense, na segunda metade o Marinhense veio novamente mais forte das cabines, mais personalizado, e a preencher melhor os seus espaços entre sectores, pelo que o Sintrense não mais voltou a conseguir incomodar a defensiva do Marinhense. Era o Marinhense que voltava a ser dono e senhor do jogo, e contando com um inspirado Daniel Oliveira na direita, esteve sempre mais perto de ampliar a vantagem, algo que conseguiu já mesmo nos minutos finais da partida, com Daniel Oliveira a criar um desequilíbrio na direita, a cruzar e o oportuno António a aproveitar para fazer o 2-0 e sentenciar a partida.
Vitória justa da equipa do Marinhense, que sem ter feito uma exibição de gala, foi em quase todo o jogo superior ao Sintrense e justificou plenamente a vitória, continuando assim na luta pela passagem à 2ªFase, sendo que no próximo sábado defronta o líder, Loures, e uma vitória torna-se fulcral para manter intactas as aspirações de passar à segunda fase da competição.

Quanto à arbitragem de Sandro Soares e seus pares, o jogo foi fácil e ele também não complicou. Boa arbitragem.

 

Ficha

AC Marinhense 2 – Sintrense 0

Campeonato da 2ªDivisão Nacional de Juniores / Série C

Estádio Municipal da Marinha Grande

Árbitro: Sandro Soares, auxiliado por Eduardo Gaspar e João Branco

Espetadores: 100

 

AC Marinhense: Rúben, Ivo Brigido, Zé Ricardo, Couto, Letra, Ribeiro (Zé Rito, 90 + 1 min.), Vinagre, João Duarte (Veloso, 69 min.), Godinho, Tiago Lopes (António, 83 min.), Daniel Oliveira (Cap.)

Não jogaram: Samuel, Mota, Portela, Marcos

Treinador: Luciano Silva

Sintrense: Rodrigo, Pedro Simões, Luís Magalhães, Gabriel Fernandes, André Almeida, Jason Almeida (Cap.), Serginho (Vítor Barros, 56 min.), Pedro Gomes, Diogo Lopes, Vítor Reste (Cláudio Anjo, 63 min.), Luís (João Bernardo, 45 min.)

Não jogaram: Filipe Barateiro, Alexandre Gonçalves, Miguel Correia, Fábio Rojão

Treinador: Paulo Rato

 

Ao intervalo: 1-0

Resultado: 2-0

Marcadores: 1-0 Daniel Oliveira (18 min.), 2-0 António (88 min.)

Ação Disciplinar: Amarelo a Letra (39 min.), Serginho (51 min.), Godinho (90 min.), Couto (90 + 2 min.)

e-max.it: your social media marketing partner