Foi aprovado na reunião de câmara extraordinária decorrida a 3 de agosto, um apoio no montante de 100 mil euros ao Sport Lisboa e Marinha para a requalificação do seu relvado sintético

 

O assunto mereceu discussão, após a vereadora Lara Lino, da CDU, ter referido um email enviado pelo Clube da Ordem a todos os vereadores dando conta de que a candidatura que haviam submetido ao PRID, um Programa para a Reabilitação de Instalações Desportivas lançado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), havia sido indeferida por responsabilidade do município. Segundo a vereadora, o Clube esperava receber o montante de 50 mil euros para colmatar despesas com a requalificação do sintético, no entanto, e como o contrato de comodato assinado com o Município para a utilização das instalações foi assinado apenas a 27 de julho, após a data da candidatura, esta teria sido excluída. Lara Lino propôs, por isso, que o valor do apoio do Município ao SL Marinha subisse de 100 mil para 150 mil euros.

Na resposta, a vereadora do desporto, Célia Guerra, informou que desde finais de abril, e após uma reunião com o Clube, começou-se a trabalhar na elaboração do referido contrato de comodato, que implicou a realização de trabalhos topográficos, entre outros. Afirmou ter-se comprometido com o Clube em ajudar a resolver o problema até meados de julho, com a assinatura do contrato de comodato cuja versão final foi aprovada em reunião de câmara a 19 de julho e assinada dias depois. Célia Guerra lembrou que com a assinatura do contrato de comodato se conseguiu resolver uma situação que se arrastava há 82 anos, tendo em conta que os terrenos em que o Clube se encontra são propriedade da autarquia. A vereadora e vice presidente informou que mantinha a proposta de apoiar o SL Marinha com 100 mil euros para a requalificação do seu sintético porque foi o valor solicitado pelo Clube e é com igual valor que têm sido apoiados os restantes clubes do concelho para a concretização de igual desígnio. Sugeriu, no entanto, que o Clube apresente outra candidatura à Câmara e/ou ao IPDJ para conseguir a verba necessária para as restantes obras de infraestruturas.

Colocada à votação, a atribuição deste apoio foi aprovada com 3 votos a favor e duas abstenções do MpM e outra da CDU.


e-max.it: your social media marketing partner