A sede de distrito foi palco, a 16 de dezembro, de um exercício de teste e demonstração dos novos equipamentos que completam o sistema de videovigilância e deteção automática de incêndios, em desenvolvimento na Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria


Segundo fez saber a CIMRL, o atual sistema de videovigilância florestal e deteção automática de incêndios, da sua responsabilidade, será reforçado com novas câmaras, instaladas em drones, e com câmaras móveis em veículos, “em complemento com a atual cobertura da rede fixa de videovigilância e no reforço da eficácia do projeto, inclusive com a disponibilidade de câmaras de infravermelhos de alta definição, para uma leitura mais completa do terreno e operar em condições de reduzida visibilidade”.

No terreno já existe um sistema gerido pela GNR e pelo Centro Distrital de Operações de Socorro Leiria, com um dispositivo dotado de 11 torres de videovigilância e dois Centros de Gestão e Controlo, que cobrem 85% do território.

Nesta última fase do projeto, a CIMRL investirá mais cerca de 335 mil euros, com financiamento do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, no âmbito do Portugal 2020.

e-max.it: your social media marketing partner