Os trabalhos de requalificação da conduta adutora Picotes-Marinha Grande, que representam um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros, estão a decorrer “dentro do planeamento” previsto, como garantiu o presidente da Câmara, Aurélio Ferreira, durante a última sessão da Assembleia Municipal

 

O autarca deu conta que os trabalhos estão em linha com o respetivo planeamento, prevendo-se que a empreitada fique concluída até final do próximo mês de julho. Mais cedo deverá ficar concluída a ciclovia, que liga a Marinha Grande a São Pedro de Moel e que aguarda a colocação de piso no troço entre a Guarda Nova e os Picotes. O presidente referiu que “já deveria estar feita”, mas tal não aconteceu devido “à falta de materiais”, estabelecendo como “desafio” a conclusão destes trabalhos até à Quinta Feira da Ascensão, que este ano se celebra no próximo dia 26 de maio.

Recorde-se que a empreitada em curso integra a requalificação da conduta Picotes/São Pedro de Moel, numa extensão de 3200 metros lineares.

Segundo a autarquia, o sistema de abastecimento de água à Freguesia da Marinha Grande é composto por um vasto conjunto de condutas, com uma extensão total de cerca de 350km, sendo que grande parte desse abastecimento, cerca de 50%, de acordo com Aurélio Ferreira, é garantido pela água armazenada no reservatório dos Picotes. Através dos Picotes são abastecidas as zonas da Marinha Grande e da Estação.

O projeto é cofinanciado pelo POSEUR, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo de Coesão.

Trânsito condicionado junto à Praça do Vidreiro

No âmbito da requalificação da adutora foi interrompido o trânsito na Rua Professor Dr. Virgílio de Morais, entre a rotunda das Portas Verdes e a Praça do Vidreiro, com a duração prevista de um mês. Segundo a autarquia, aos fins de semana pode circular-se normalmente. O trânsito está a ser desviado pelas Ruas dos Bombeiros Voluntários e Infante Dom Henrique.

e-max.it: your social media marketing partner