Os dois vereadores do Partido Comunista Português (PCP) na Câmara da Marinha Grande não tencionam abdicar dos pelouros.

O partido decidiu que o compromisso político com o PS é para manter e transfere uma hipotética rutura para os socialistas

Daqui não saímos, se o PS assim o entender que nos retire os pelouros. É esta a posição oficial do PCP, aprovada na noite de sexta-feira, em plenário. A concelhia da Marinha Grande ouviu os militantes e a posição foi praticamente consensual. Apenas um ou outro militante se mostrou “indignado” com o teor dos comunicados publicados no Jornal da Marinha Grande (ver edição passada) e defendeu que o PCP deveria romper imediatamente com os socialistas. A maioria, porém, teve opinião contrária e, para já, está decidido: Vítor Pereira e Alexandra Dengucho mantêm-se em funções com os pelouros que lhes foram atribuídos por Álvaro Pereira.

Os comunistas transferem, assim, para os socialistas o ónus da decisão. Recorde-se que, em comunicado, o presidente da Câmara afirmou que iria rever o acordo com os eleitos do PCP.

Leia a notícia na integra na edição em papel do JMG.

e-max.it: your social media marketing partner