Decorreu no passado sábado, pelas 21h45, no auditório da Biblioteca Municipal da Marinha Grande uma sessão/debate, com Xavier A. Montoro, autor do seu mais recente livro "Capitalismo e Economia Mundial”.

Tivemos o privilégio de assistir à sessão do emérito professor de Economia internacional e Desenvolvimento, da Universidade Complutense de Madrid. A mesa da sessão foi presidida pela Maria João Gomes, ladeada por Álvaro Órfão e pelo Professor Xavier A. Montoro.

Com uma assembleia atenta e participativa, que encheu, quase por completo o auditório, no qual descobrimos muitos amigos e conhecidos pertencentes ao [M.R.M.T] –Movimento pela Retirada do Memorando da Troika – da MªGrande. A presidente da mesa fez a apresentação protocolar, realçando o apoio prestado pela gerência da livraria “Livros & Companhia”, no concernente à divulgação da obra mais recente do professor Xavier A. Montoro. Por seu turno, coube a Álvaro Órfão fazer referência ao denodo curricular do professor de Economia e da sua vasta obra.

O professor explanou, com entusiasmante oratória, de tal feita, que não demos por se ter passado uma hora! Numa exposição cativante colocou-nos a história real da economia, levando-nos a reflectir sobre questões pertinentes sobre do como “tentar saber quais as causas”, dando exemplos concretos da sua vivência como docente; “quais as respostas”? “É possível hoje um «Capitalismo de Rosto Humano?» «O que significa a subordinação ao EURO»? «O “Plano Juncker” e as suas consequências?» “ A Economia, apesar de problema complexo é um problema político”; “há economistas políticos e não uma Economia Política”? “ A Europa do Euro está cheia de conflitos e contradições”; “ do FMI e da Política Europeia...”; “ a rentabilidade da Economia Capitalista é incompatível com os direitos, liberdades e conquistas sociais”...

Foi colocada a assembleia perante questões tão reais, que a todos nos afectam, às quais se seguiram a sessão de perguntas, todas elas pertinentes, nomeadamente do primeiro interventor, a que se seguiu o João Matos, a Alice Marques e o Licínio; a todos respondeu o professor de economia, com garbo e convicção de ideias e o tempo fluiu até quase a rondar a meia-noite...Tivemos, ainda, a participação do Aires Rodrigues que colocou uma nota sobre como vai esta “Europa, que é só propaganda”, acabando por reatar um encómio público ao professor Xaviar A. Montoro; também, por fim, Álvaro Órfão teceu comentários atinentes à contradição (exemplificando) do “casamento entre a França e a Alemanha”, do como o “FMI já lucrou com a Grécia”; referiu-se, ainda, ao recentemente falecido professor Silva Lopes,...e, com alguma ironia, referiu (ínterim) da “solidariedade” cozinhada na Europa nas pescas,...em que “Portugal pesca 5 dias por semana e a Espanha 7”...


Chegámos à meia noite sem darmos pelo tempo - que grande lição clarividente perderam os que não quiseram ou não puderam estar presentes!
Fui feito, ainda um aviso final de que o [MRMT] irá reunir, brevemente, com data marcada para 9 de Maio.

e-max.it: your social media marketing partner